Ter uma excelente saída de costas não é nada fácil. O ex-medalhista olímpico, ex-recordista mundial e atual técnico de natação, Gary Hall Sr. (pai do nadador “boxeador” Gary Hall Jr.), gravou um vídeo em que mostra e explica a excepcional saída de costas do japonês ex-campeão mundial dos 100m Costas,  go site viagra for sale in store where to order prednisone thesis statement examples for essays follow https://lynchburgartclub.org/no-homework-international-universities/ pay for professional persuasive essay on lincoln steps writing descriptive essay person thesis in essay click here follow essay writing plan https://worldtop20.org/system/best-university-essay-writing-service/30/ collaborative information seeking a literature review https://www.arohaphilanthropies.org/heal/viagra-scarsdale/96/ blue pill canadian pharmacy https://pacificainexile.org/students/handling-depression/10/ levitra houtzdale here college homework services writing xml c# chapter 1 thesis sample quantitative 1daytermpaperhelp com alaska airlines seat assignment criminology research proposalВ follow url watch go site how to write introduction for a research paper overnight shipping on viagra chicago business plan writers write a comparison essay Junya Koga. Iremos analisar passo a passo de como Junya executa sua saída para que você possa melhorar a sua.

Junya Koga nos Jogos Asiáticos de 2014.

Junya Koga nos Jogos Asiáticos de 2014.

POSIÇÃO DOS PÉS

O primeiro passo é acertar a posição dos pés na borda. Eles devem ficar paralelos e alinhados com a altura dos ombros. Não junte os pés ou deixe-os muito distantes um do outro, pois além de ser desconfortável, sua força de propulsão diminuirá. Deixe as pontas dos dedos um pouco acima do nível da água. Mas tome cuidado, essa posição em uma superfície lisa, poderá aumentar suas chances de escorregar. Se isso acontecer, meu amigo, você cairá de bunda na água e ganhará uns bons segundos na sua prova. O ideal é treinar em uma superfície áspera ou até mesmo em um placar eletrônico (no pior cenário, use uma toalha). Já existe uma espécie de degrau que é colocado como um apoio para os pés, para que o nadador não escorregue. Mas esse artifício ainda é exclusividade das principais competições de natação do mundo, então sugiro aprender a sair na raça!

Baliza Myrtha Pool com degrau para saída de costas

Baliza Myrtha Pools com degrau para saída de costas

NA POSIÇÃO DE SAÍDA, ELEVE SEU CORPO ATÉ SEUS GLÚTEOS FICAREM LOGO ACIMA DA SUPERFÍCIE 

A palavra ‘glúteos’ é muito formal. Pode ser bunda? Ok, obrigado. Se você quiser ter uma saída forte e eficiente, terá que colocar seu corpo em uma posição bem alta. Então eleve-o até que a sua BUNDA fique logo acima da água. Por isso a importância das pontas dos dedos dos pés também estarem acima do nível da água, pois assim será mais fácil de levantar seu corpo o máximo possível. Uma vez no alto, preste atenção na sua coluna, que precisa estar totalmente reta, sem inclinar o corpo para frente ou para trás. Por fim, mantenha-se olhando para frente. Não olhe para baixo, nem para cima. Veja o exemplo da Campeã Olímpica Missy Franklin:

Missy Franklin (EUA)

Missy Franklin (EUA)

 

ONDE SEGURAR NA BALIZA

Dependendo do bloco, você poderá optar em segurar a barra na horizontal ou a vertical – nas laterais. A grande maioria dos nadadores, quando tem as duas opções, preferem segurar nas laterais. Mas aqui não existe nenhuma regra, teste e veja como se sente.

maxresdefault (2)

 

A SAÍDA PRECISA SER PARA CIMA, NÃO SÓ PARA TRÁS

Calma. Vou explicar. É essencial usar a gravidade a seu favor. Você precisa ganhar altura no seu salto, e assim, alcançar a máxima velocidade ao entrar na água. Por isso é tão importante não arrastar nenhuma parte do corpo na água, e sim, projetá-lo para cima e para trás, formando um arco. No video, Junya faz um perfeito movimento desde o salto até a entrada, arqueando suas costas na forma de um “U”, totalmente por cima da água. Agora você entendeu o porquê de precisar ficar tão alto na posição que antecede o salto.

Ganhe altura no seu salto!

Ganhe altura no seu salto.

 

A ENTRADA NA ÁGUA

Quando a ponta dos dedos entra em contato com a água, um nadador de elite está a aproximadamente 16km/h!!. Aqui, o segredo é aproveitar toda a velocidade do seu salto, fazer um bom arco e ter uma entrada limpa, sem “chapar” as costas e sem espirrar muita água. Um pouco antes das mãos entrarem na água, sua cabeça precisa começar subir e suas costas endireitar, assim você não irá muito fundo. É importante que as mãos entrem juntas, com os braços atrás da cabeça, para que o atrito seja o menor possível.

ryan-lochte-backstroke-start-

ONDULAÇÃO E COMEÇO DO NADO

Ter uma ondulação forte é primordial, principalmente no nado costas. Repare como o Junya começa sua ondulação assim que os pés entra na água, já na profundidade perfeita. A velocidade adquirida na saída e na ondulação permite que o nadador comece seu nado de forma explosiva.

Veja o vídeo da saída de Junya:

 CONSIDERAÇÕES FINAIS

São muitos os detalhes necessários para se fazer uma boa saída. Por isso, é importante treinar constantemente, já que só a repetição o levará a perfeição. Sugiro filmar sua saída e assistir seus movimentos em câmera lenta. Foque em trabalhar um passo de cada vez.

A posição da saída de costas, pela necessidade de se elevar acima da água, requer muita força. É essencial que você faça um bom trabalho muscular para as pernas e principalmente para os quadris. Os bíceps e ombros também precisam estar fortes para ajudar a segurar seu corpo no alto. Fale com seu preparador físico!

Por fim, nem todas as pessoas conseguem fazer este arco com as costas. Eu por exemplo, tenho dificuldade. Sou alto e cresci muito rápido na juventude. Como os ossos crescem mais rápido que os músculos, minha musculatura das costas acabou sendo “encurtada”.  Isso significa que não tenho o alongamento necessário para fazer um bom arco.

Mas é possível melhorar e até resolver esse problema, se você estiver realmente disposto a melhorar. O pilates é uma excelente solução. Só tome cuidado, escolha um profissional com certificação internacional com pelo menos 450hrs de curso. Só um profissional qualificado terá a capacidade de melhorar seu alongamento e arrumar sua coluna sem te machucar!

Veja outro vídeo da saída de Junya:

Fonte: SwimSwam.com