Vejo muitos nadadores que não gostam de treinar perna. Convenhamos, não é a coisa mais legal do mundo mesmo, eu mesmo não sou o maior fã do mundo. Mas isso não significa que não seja importante. Alias, é MUITO importante. E a fórmula bem simples:  cheap cialis pillstore research papers in service oriented architecture essay foods go here source url get amoxicillin with prescription https://greenechamber.org/blog/resume-brazil/74/ how to write thesis chapter 1 academic writing assistance Best deal for viagra buy cheap generic cialis math problem solver free go here viagra similares mexico brief biography gatsby essay follow site spinal spondylolisthesis source link term paper download free social problems essay topics https://drrobertlaprademd.com/medic/zovirax-cream-price/64/ here https://medpsychmd.com/nurse/viagra-pharcharmy/63/ https://sigma-instruments.com/viagra-kaufen-mit-gberweisung-15590/ thesis office mcgill follow site argument essay writing enter site jobs thesis statement how to write essay on my house go to link quanto mais forte for sua perna, mais rápido você vai nadar. E o propósito de fazer treinos específicos de perna não servem só para melhorar a pernada em si, e sim melhorar toda sua velocidade na água.

Por não gostarem, é comum vermos nadadores que são negligentes quanto ao trabalho de perna. Acham que os braços são mais importantes e que as pernas são apenas pesos que devem ser carregados. Isso pode ser resultado de um pensamento de que você nunca será bom de perna, só porque você não é bom agora. E quando sabemos que não somos bons em algo, evitamos ao máximo, não é mesmo? Se você tem esse pensamento, não faz ideia da quantidade de benefícios que está perdendo. E justamente por você não ser tão bom, é que deveria fazer mais.

 

#1. UMA PERNADA FORTE MELHORA SEU POSICIONAMENTO DO CORPO

No caso do nado livre, por exemplo, se a sua perna é lenta e fraca, seu quadril ficará afundado na água. Quanto mais afundado, maior o atrito com a água, e mais força seus ombros terão que fazer para compensar isso. As próprias pernas e pés aumentarão a superfície de atrito, pois estarão naturalmente apontadas para baixo.

Nadadores rápidos entendem que uma pernada forte ajuda a manter seu corpo em cima da água, minimizando o atrito e otimizando o máximo da sua propulsão.

perna1

 

#2. UMA PERNADA FORTE AUMENTA SUA PROPULSÃO

Parece óbvio, porque é obvio! Mas então porque negligenciamos esse fato?

O que as vezes atrapalha é nossa percepção de aumento de velocidade. Quando estamos nadando e aumentamos o força e o ritmo da braçada, percebemos facilmente que estamos indo mais rápido. Isso nem sempre acontece em um trabalho de perna. Você faz mais força, e parece que está indo na mesma velocidade. Já sentou isso? Mas você está sim indo mais rápido, apenas a sua percepção é menor.

Se você olhar para qualquer nadador de elite verá que todos tem um trabalho de perna muito forte.

O Micheal Phelps consegue fazer séries de 20 repetições de agachamento com 135kg. O Ryan Lochte consegue fazer 50m ondulação submerso em 23″49 segundos. Alexander Popov, um dos maiores velocistas da história, conseguia fazer 50m perna, com prancha, em 27 segundos! Na LONGA.

Agora, você acha que todos eles nasceram com as pernas do Roberto Carlos? Eles treinam meus amigos, treinam muito.

Esse Roberto Carlos. Não o cantor!

#3. UMA PERNADA FORTE AJUDA MANTER SUA TÉCNICA QUANDO VOCÊ “TRAVA”

Quem nunca deu aquela “travada” gostosa, seja na competição, ou no treino? Você está na última série do treino, o descanso é apertado, você empurra a parede e parece que a piscina ganhou mais 187 metros de distância, do nada. Você está morto, a parede não chega, a visão fica branca. Aí de repente você começar a ver um homem de branco, barbudo, cabelos longos, abrindo um portão dourado entre as nuvens. Ele te estende a mão diz “venha meu filho, chegou sua hora!”. “NÃOOO!!!”, você pensa em voz alta. “SAI PRA LÁ FERA!!!” E você, se debatendo que nem um pato de afogando num redemoinho, não pegando nada de água, chega na borda com o coração na boca, a cara toda vermelha e ainda tem que ouvir do seu técnico que seu tempo foi um lixo.

Claro que isso nunca aconteceu comigo. Essa história toda foi o amigo da prima do namorado da minha bisavó que me contou. Mas olha só: quanto mais forte forem suas pernas, mais tempo vai demorar para você sentir que está puxando um transatlântico enquanto nada, e isso vai ajudar a manter sua técnica o suficiente para chegar na parede sem ter que desviar de Jesus. Você vai ficar mais em cima da água, seu atrito será menor, e sua condição física será melhor.

Então, saia da sua zona de conforto e comece a treinar perna muito forte, tanto dentro, quanto fora da água.

Gostou desse post? Siga o Raia Oito no Facebook e acompanhe todas as novidades!

 Fonte: http://www.yourswimlog.com/3-reasons-you-should-be-doing-more-kick/