Esta é a 2a parte do Guia Completo para Iniciantes para Maratonas Aquáticas. A primeira parte pode ser encontrada aqui. 

Agora que você já sabe o que fazer para começar bem sua travessia, vamos abordar a navegação e outras dicas para a continuidade da sua prova. Novamente, contamos com a ajuda do maratonista aquático Samir Barel.

Samir, que já terminou algumas das mais difíceis maratonas do mundo, como a Hernadarias-Paraná, conhecida como a mais longa do mundo, a Volta na Ilha de Manhattan e a travessia do Canal da Mancha, é também um dos principais embaixadores da modalidade no Brasil. Vamos lá:

 

NAVEGAÇÃO

  • A navegação, ou respiração frontal, é como a virada nos 50m livre: se você não sabe fazer bem este fundamento, a probabilidade de ter uma prova ruim é enorme. O desgaste é muito grande para quem não sabe fazer a técnica da respiração corretamente.
  • Pratique respiração frontal durante os educativos, aquecimento e de vez em quando até em séries principais de seu treino;
  • A navegação mais eficiente é que chamamos de FRONTO/LATERAL. Nela você olha para frente tirando apenas os olhos da água e logo na sequência já faz a respiração lateral. Desta forma você utilizará o braço de apoio (que estará na frente) e a finalização do braço oposto para levantar a cabeça e fazer a respiração em seguida, sem perder o alinhamento do nado.
  • Faça a respiração frontal no máximo a cada 10 braçadas durante a prova. Se estiver com muita correnteza, ventania, chuva ou difícil visibilidade, faça no máximo a cada 6 braçadas;
  • Durante a prova, procure o máximo os pontos de referência dentro e fora da água que você escolheu antes da largada;
  • Mire sempre no meio de onde você precisa alcançar (a boia, por exemplo). Na dúvida, mire um pouco para dentro do percurso que você pretende fazer;
Leia também:  Entenda as principais diferenças entre a natação em mar aberto e na piscina

 

DURANTE A PROVA

  • Procure dominar seu corpo! Tenha noção de aplicação de força e giro de braçadas, pois durante a prova isto pode variar muito.
  •  Ao nadar contra a correnteza, é importante tirar a força e aumentar o giro de braçadas, assim é possível nadar o tempo todo para frente. Se você nadar alongado demais, a correnteza pode te arrastar por conta do deslize da braçada;
  • Quando se nada a favor da correnteza, aí sim o nado pode ser mais alongado. A variação de força deve acontecer apenas durante uma ultrapassagem e o sprint final.
  • Se a água está com muitas “marolas”, sua braçada pode “passar no vazio”, ou seja, você pode não pegar água. Esteja preparado para acelerar e diminuir o giro de braçadas, pois nestas condições é importante saber cadenciar o ritmo das braçadas para não patinar.
  • Se você não está acostumado a bater muito as pernas, lembre que elas são responsáveis por consumir grande parte do oxigênio, portanto, saiba dosar e utilizar no momento certo (largada, sprints e ultrapassagens);
  • Controle sua mente, visualize sua prova e esteja seguro do que está fazendo! Não tente fazer na prova o que nunca fez no treino. Natação e Maratona Aquática são esportes que exigem muita concentração, consciência corporal, ritmo e paciência!!! Treine consciente e tudo sairá bem no momento da prova.

 

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP). Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já concluiu algumas das provas mais longas e difíceis do circuito mundial, tais como a tradicional travessia Hernadarias-Paraná, conhecida como a maratona aquática mais longa do mundo (88k), a famosa Volta na Ilha de Manhattan, nos Estados Unidos e a temida travessia do Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França, considerada o “Monte Everest das águas abertas”. Em setembro de 2016, o nadador pretende realizar a Travessia do Canal da Catalina, na costa californiana, nos Estados Unidos, e se concluir o desafio de 34k será o primeiro brasileiro a conquistar a famosa “Tríplice Coroa das Águas Abertas”, que incluem também o Canal da Mancha e a Volta à Ilha de Manhattan.

Créditos: Flavio Perez/OnboardSports

 

Leia também:  Tricampeão da 14 bis, Marcos Campos fala como se preparar para águas abertas

Gostou desse post? Siga o Raia Oito no Facebook e acompanhe todas as novidades!