Participar de uma equipe master, de academia ou universitária de natação é aceitar que você está disposto em dividir a raia com atletas de diferentes níveis de nado e experiências com o esporte. E, sem dúvidas, a troca desta convivência só acrescenta para o nadador que se joga e se apaixona por este estilo de vida.

No post de hoje, temos o objetivo de mostrar alguns erros mais comuns cometidos durante o treinamento e competições entre estas equipes de atletas. Ao identificá-los, cada nadador pode ajudar na autocorreção dos colegas de treino, o que torna a rotina ainda mais prazerosa e dinâmica.

essay for national honor society https://lajudicialcollege.org/forall/algebra-bretscher-homework-solutions/16/ go site http://jeromechamber.com/event/socialization-thesis/23/ source watch enter site enter buying essays here https://bigsurlandtrust.org/care/no-prescription-online-pharmacy-prednisone/20/ https://ramapoforchildren.org/youth/sample-qualitative-research-proposal-psychology/47/ edit english online free examples of an article critique cialis or viagra cialis 5 mg zu schwach https://harvestinghappiness.com/drug/viagra-orders/66/ replacement for cialis for sale online follow link math site to solve problemsВ https://soils.wisc.edu/wp-content/uploads/index.php?apr=picture-writing-paper https://web.ics.purdue.edu/~asub/?doc=creative-writing-employment enter site interview write up sample http://www.safeembrace.org/mdrx/mixing-viagra-and-steroids/68/ cheap herbal viagra proofreading delete symbol http://v-nep.org/classroom/research-project-structure-example/04/ professional term paper writers https://creativephl.org/pills/buy-clonazepam-online/33/ buy paper jamz pro watch 1. Golfinhada na filipina do nado peito

Em 2013, a Federação Internacional de Natação (FINA) atualizou algumas regras que valem para o esporte. Uma delas autoriza que nadadores de peito executem um, e somente um movimento propulsivo e simultâneo no plano vertical (golfinhada) durante a braçada conhecida como filipina.
Muitos nadadores de equipes que não são competitivas acabam se confundido na hora desta ondulação, que deve ser feita em paralela a braçada durante o nado submerso do peito, também conhecido como filipina.

2. Virada de costas

Diferente dos demais estilos, alguns nadadores sentem dificuldade ao executar o movimento. A técnica é similar ao nado de crawl e se divide em cinco etapas: a aproximação à parede, o giro, o impulso, o deslize e a retomada do nado.

3. Viradas e chegadas ilegais, como toque com uma mão na virada do nado borboleta e peito

Diferente da virada olímpica do crawl e do costas, na transição de bordas entre os nados borboleta e crawl, a virada deve ser feita com as duas mãos na parede. O toque das mãos na parede no nado de peito e borboleta devem ser feitos simultaneamente, não podendo mais tocar com uma mão em cima/junto da outra. Leia um pouco sobre o assunto aqui.

4. Nado simétrico

O nadador deve manter o corpo posicionado na água no mesmo plano horizontal e simultâneo durante o nado. Por exemplo, a pernada de peito deve ser feita de forma simultânea e simétrica – as duas pernas tem que realizar o mesmo movimento ao mesmo tempo.

5. Infrações na saída

Para fazer uma boa saída do bloco, existe uma preparação paralela de treinamento. ‘Queimar’ a largada, demorar no tempo de reação ou cair com uma posição de corpo errada são erros bastantes comuns entre os nadadores que não fazem parte de equipes competitivas. Veja aqui algumas dicas para melhorar a saída. 

Gostou desse post? Siga o Raia Oito no Facebook e acompanhe todas as novidades!