De que temos que prestar atenção na posição e alinhamento do corpo e técnica durante qualquer nado é de conhecimento comum. Sem uma harmonia corporal junto com treinamento aeróbico e de força dentro e fora da água, poucos são os resultados positivos na piscina. Especificamente hoje, neste post, comentamos a influência da posição da cabeça no desempenho do nado crawl.

Um bom posicionamento da cabeça durante o nado influência diretamente na flutuação do corpo do movimento, contribuindo para que o atleta deslize mais facilmente sobre a superfície da água ou crie uma maior área de resistência contra a água.

Veja três dicas para ganhar eficiência no nado crawl melhorando a posição da cabeça:

Mantenha o alinhamento

A cabeça deve estar alinhada com o restante do corpo, por isso procure sempre manter o olhar em linha reta para o fundo da piscina, seguindo a faixa da raia.

Quando o nadador tem dificuldade em manter o alinhamento da cabeça durante o nado, acontecem dois erros comuns: com a posição abaixo do tronco, cria-se uma maior resistência contra a água no deslocamento. Caso esteja muito alta, dificulta o alinhamento do tronco e flutuação durante o nado. Evite isto!

Respiração lateral

Um erro muito comum que desalinha a posição do nado durante o deslocamento na piscina é a respiração. Para isso, não levante ou tire a cabeça da água durante o exercício. Mantenha na superfície e gire o pescoço lateralmente até que sua boca esteja minimamente fora da água, o suficiente para aspirar o ar.

Treino com snorkel

Para melhorar o alinhamento da cabeça durante o nado, experimente usar o snorkel durante o treinamento. Com o auxílio do material, o nadador não precisa exercer a respiração lateral, o que facilita na concentração da posição correta da cabeça.

Gostou desse post? Siga o Raia Oito no Facebook e acompanhe todas as novidades!

Link para o texto original.