Não tem como evitar: se você quer melhorar o seu submerso deve incluir séries de perna de borboleta durante o treino.

Quando se trata de melhorar dentro da água, seja uma braçada mais rápida, uma virada mais eficiente, ou, no caso de hoje, ter um submerso potente, tendemos a encontrar as respostas mais complicadas e difíceis. No entanto, na maioria dos casos, é importante lembrar que a simplicidade é a chave para a maioria dos problemas encontrados dentro da piscina.

Veja duas maneiras fáceis de treinar o submerso durante o treino sem necessariamente acresentar um minuto extra dentro da piscina:

buy online viagra viagra https://eventorum.puc.edu/usarx/viagra-in-the-water-lyrics/82/ https://www.nationalautismcenter.org/letter/motorcycle-rider-resume/26/ viagra for sale phoenix homework is bad see english craft of the writer past papers source link http://www.danhostel.org/papers/free-examples-of-essay-papers/11/ sample essay apa format free essays paper practice writing essays for ged test how to get dapoxetine in canada list of essay https://harvestinghappiness.com/drug/i-so-called-generic-viagra-safe/66/ http://www.chesszone.org/lib/resume-writing-service-san-jose-2084.html what tense should i write my paper in enter help me write best analysis essay on hacking thesis example with hypothesis write an essay on my grandparents follow url https://teleroo.com/pharm/best-canadian-pharmacy-viagra/67/ https://nyusternldp.blogs.stern.nyu.edu/what-should-i-write-in-my-college-application-essay/ motilium janssen cialis more than one erection research topics for university students viagra et l'hypertension https://scfcs.scf.edu/review/simple-business-plans/22/ furosemide 40 mg overnight delivery paper rewriter program 1. Inclua perna vertical durante o aquecimento e séries de perna

Um problema entre os nadadores quando estão treinando o submerso é a execução da pernada fraca durante a ação. Sem dúvidas, a potência aplicada durante o treinamento não é a mesma feita em competições – existe uma diferença muito grande (e preguiçosa) quando se está praticando o exercício no dia a dia.

Uma forma fácil de aprimorar e acostumar o corpo a sempre exercer velocidade durante este exercício é adicionar algumas séries de perna vertical durante o aquecimento. O mesmo vale para séries de perna.

Por exemplo, durante 500 metros livre para iniciar o treino, você pode incluir três séries de 15 segundos de perna vertical de borboleta. E lembrar que a cada saída de borda, ela deve ser eficiente. Ou em uma série de 400 metros perna rodada, repetir o exercício.

2. Se concentre nas saídas de borda

Cada vez que você faz uma saída de borda, segure a respiração e execute um número médio de pernada de borboleta submersa antes de começar os estilos de borboleta, costas ou crawl. Ao mecanizar este movimento durante os treinos, você cria uma maior sensibilidade do movimento com a água, melhorando a flexibilidade do pé e do tornozelo e automatizando o corpo a sempre executar uma ondulação potente.

Com estas duas dicas simples, é possível aumentar a sua eficiência de ondulação e diminuir o seu tempo de competição. Ondule!