Você está treinando muito e está tendo pouco ou nenhuma melhora dos resultados? Sente um cansaço devastador com falta absoluta de energia? Não tem mais motivação para ir aos treinos? Cuidado! Esses são indícios de uma doença de difícil diagnóstico que afeta atletas pela intensidade e exaustão nos treinos. A Síndrome de Burnout, ou a exaustão emocional, afeta o rendimento e desempenho dos atletas, causada em sua maioria pela intensidade e exaustão dos treinos.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Pernambuco comprovou que a exposição à exaustão física e emocional relacionada à rotina de treino intensa faz com que muitos jovens nadadores acabem deixando a modalidade. E ainda mais, estes atletas são diagnosticados com a Síndrome de Burnout, quando esgotam todas as suas forças para vencer as demandas da atividade, demonstrando altíssimo estresse e insatisfação com os seus resultados pessoais e rotinas de treinamento.

Para a pesquisa, foram analisados102 atletas de natação com idade entre 14 e 19 anos. Os resultados mostraram que 35,3% dos nadadores afirmaram ter exaustação física e emocional relacionada à rotina de treinamentos intenso; 64,7% indicaram a percepção de não ter alcançado os objetivos estipulados ou de que seu rendimento estava abaixo de suas expectativas e 22,5% deram menos valor à natação em comparação com outras atividades do cotidiano.

Com estes resultados, abre-se o olhar para a importância de equilibrar os treinos de natação durante a semana e de ter um acompanhamento profissional para evoluir tecnicamente e nos resultados.

Leia também:  8 coisas que fazem um nadador dizer m****

A Síndrome de Burnout

A síndrome foi descoberta em 1970 pelo psicanalista norte-americano Freudenberger, que detectou um esgotamento profissional em si mesmo e nos colegas que trabalhavam em sua equipe. Esta exaustão física e emocional, que impede a pessoa de trabalhar e conviver socialmente, foi diagnosticada posteriormente em professores de educação física, atletas e treinadores.

É característico neste tipo de estresse sintomas como:

  • Exaustão emocional
  • Despersonalização
  • Ausência de realização pessoal
  • Mudança de comportamento
  • Conflitos internos

Quando diagnosticado em atletas, é recomendado a ajuda médica e psicológica.