A velocidade dentro da piscina não depende apenas da ‘relação entre a distância percorrida e o tempo gasto nadando’, mas também que tipo de trabalho é exercido. Seja ele aeróbico ou de velocidade, o trabalho aplicado dentro da piscina é classificado de acordo com o ritmo do nadador.

Mas, além disso, há outro fator determinante para alcançar uma natação rápida: a força de resistência. Ou, em outras palavras, a capacidade de manter os esforços musculares durante um certo número de braçadas, ou pelo maior tempo possível, com a perda mínima de técnica na execução.

Este tipo de força responde a vários fatores:

 Nível máximo de força;

– Velocidade de execução;

– Quantidade e qualidade de treinamentos anteriores;

– Resistência básica

Abaixo, conheça alguns exercícios para trabalhar a força da resistência. Você deve executar os exercícios um após o outro, sem intervalo. Após o último, você pode descansar dois minutos.

1 – Abdominais

2- Flexões

3- Saltar as pernas juntas e os braços ao lado do corpo

4- Saltos impulsionados com os braços – imitando a saída de natação

Cada exercício deve ser executado em três séries de 15 a 20 segundos. Quando terminar, tente aumentar a duração de cada exercício para 45 ou 60 segundos. Repita o circuito três vezes.

Nadar rápido é uma arte. Você tem que aprender a entender e gerenciar seu físico dentro e fora da água. O nadador mais rápido nem sempre é necessariamente o mais forte ou o mais talentoso, mas aquele que tem um melhor equilíbrio entre suas qualidades.

 Texto originalmente traduzido do site Arena Water Instinct