A vida de um atleta competitivo pode ser exaustiva, mas todos os nadadores já sabem disso. Além de todos os treinos, preparações físicas e musculações, estamos sempre preocupados com nosso desempenho no esporte. Com tantos compromissos — comer, estudar, trabalhar, conciliar família e amigos — além dos treinos, a rotina fica tão comprometida que, às vezes, começamos a procurar onde ganhar tempo. Infelizmente, muitas vezes, a primeira coisa que cortamos são as horas de sono. Seu técnico já deve ter te falado o quanto dormir é importante, assim como seus pais e amigos.

Quando você pensa em ter um psicológico forte, provavelmente você se lembra dos treinos que fez logo cedo quando estava cansado, das séries que terminou dando 100% mesmo quando seu corpo inteiro doía, de cada coisinha que você fez certo mesmo sem ter vontade. Essencialmente, ter um psicológico forte é a habilidade de suportar o estresse.

A visão que temos quando se fala em ser mentalmente mais forte, no entanto, normalmente é contrária à forma como nosso psicológico funciona. Chegamos ao nosso limite o tempo todo, sem dar a chance para que nosso corpo se recupere.

O segredo da força mental está no quão bem conseguimos descansa e nos recuperar. É cuidar de nós mesmos física e mentalmente, para que possamos estar na nossa melhor forma quando a ocasião realmente exigir.

A força mental vem da recuperação
Alguns nadadores já tem níveis excepcionais de resiliência naturalmente. Mas não só a genética ou a natureza nos fazem mentalmente fortes, é possível desenvolver essa habilidade. É uma das maneiras mais fáceis (e prazerosas!) de conseguir melhorar o psicológico é dormindo mais.

 

Dormir pouco faz com que seus treinos sejam mais difíceis do que eles precisam ser
Pare para pensar na última vez em que você passou algumas noites sem dormir bem. Como foram os treinos naqueles dias?

Privar-se do sono torna as coisas mais difíceis do que elas são. Quando dormimos mal, nossa percepção de esforço aumenta, mesmo que apenas uma noite de descanso tenha sido prejudicada. E o que isso significa? Que o treino do dia seguinte, que já seria difícil, vai parecer mais difícil ainda para o seu corpo.

Dormir pouco faz a nossa capacidade de prestar atenção despencar. Já reparou em como fica difícil se concentrar em algo quando se está com sono? No treino não vai ser diferente. Qual era o intervalo mesmo? Quantos tiros faltam? Nossa, era para respirar uma sim uma não? Coisas do tipo vão acontecer com maior frequência se você não tiver um descanso adequado.

A privação de sono também diminui sua resistência, ou seja, você provavelmente vai ficar doente mais vezes do que seria normal para seu corpo. É só parar para lembrar, quantas vezes você ficou doente quando a sua rotina estava uma verdadeira loucura?

Em suma, dormir pouco te faz ser mentalmente menos forte. Um estudo (disponível aqui em inglês) revelou que adolescentes com melhor desempenho mental dormiam melhor, por mais tempo e mais profundamente ao serem comparados com aqueles com problemas para dormir.

Infelizmente, ninguém tem uma máquina do tempo para conseguir arranjar horas extras no dia para dormir, o que significa que você vai precisar abrir mão de outras atividades para poder descansar de forma adequada. Organize sua rotina! De repente, aqueles minutos que você passa nas redes sociais não podem virar preciosos momentos de descanso?

Texto adaptado do site SwimSwam.