Quem nunca teve uma cãibra que atire a primeira pedra. Essa dor chata nos deixa temporariamente incapacitados de usar o músculo afetado, seja por causa de leves contrações involuntárias ou de uma verdadeira tortura que pode te deixar com a parte do corpo atingida sensível durante dias.

Existem diferentes explicações para as causas das temidas cãibras. Há quem diga que elas acontecem por desidratação, mas há os que defendem que o motivo seja um desequilíbrio dos eletrólitos ou, ainda, que ocorram devido à baixa quantidade de potássio no corpo. Outros, no entanto, acreditam que é um sinal de fadiga muscular.

Independentemente da causa, apresentamos três dicas para que você possa driblar esse problema desagradável.

1. Planeje seu treino

As cãibras normalmente aparecem durante treinos intensos ou longos. Isso significa que planejar seus treinamentos de forma apropriada, garantindo que seus músculos terão tempo suficiente para se recuperarem e se regenerarem, é fundamental. Outro fator de risco que pode aumentar a possibilidade de cãibra é a temperatura. Então, escolha momentos do dia menos quentes para fazer treinos mais fortes.

2. Beba líquidos constantemente durante o dia

Independentemente da causa das cãibras, manter-se hidratado é fundamental para tentar evitá-las. Para se ter uma ideia, quando reduzimos a ingestão de líquido em 2 ou 3%, a chance de ter cãibras já aumenta. A forma mais fácil de manter a quantidade ideal de água no corpo é beber líquidos antes, durante e depois do treino.

3. Coma sal

Leia também:  Atacando a parede: Como fazer uma virada de crawl brutal

Beber bastante água não é o suficiente para prevenir as cãibras. Também é fundamental consumir eletrólitos, pois eles controlam a entrada e saída de fluidos das células. O eletrólito mais abundante no nosso corpo é o sódio. Durante o exercício físico, água e sódio são liberados por meio do suor. Se a quantidade desse sal no nosso sangue diminuir muito, aumentam as chances de que ocorra uma cãibra. Uma boa forma de evitar que isso aconteça é bebendo isotônicos ou comendo tabletes de sais minerais durante o treino.

Tem mais alguma dica? Conte pra gente nos comentários!

Texto adaptado do site Arena Water Instinct.