writing application essays http://snowdropfoundation.org/papers/professional-report-writing-websites/12/ best dissertation service https://www.dimensionsdance.org/pack/3748-blood-clots-viagra-mayo-clinic.html order cytotec online buy paper bags http://v-nep.org/classroom/report-of-research-example/04/ essay typer review professional resume writing service thesis statement cause effect essay click thesis statement breast cancer essay toefl independent essay example business thesis topics Cialis buy now https://chanelmovingforward.com/stories/animal-testing-persuasive-essay/51/ resume samples for acting follow link pta homework help buy 100 ml viagra click creative writing powerpoint citation analysis thesis http://www.chesszone.org/lib/thesis-on-feuerbach-313.html viagra success pictures best dissertation editing for hire us pay someone to do your homework safe how to write good essay cialis recreational use see https://www.guidelines.org/blog/thesis-topics-law-philippines/93/ policy paper outline example * Conteúdo patrocinado

Você, nadador, já sentiu inveja de corredores e ciclistas que têm aplicativos e dispositivos feitos especialmente para registrar e analisar seus treinos? Pensando nisso, um grupo de atletas dos Estados Unidos, incluindo o brasileiro Luke Torres – que se mudou para lá na adolescência –, criou um aparelho capaz de medir os batimentos cardíacos, contar a metragem do treino, registrar as séries realizadas e fazer análises de cada estilo.

Para facilitar a mobilidade dentro da água, o dispositivo, chamado EDGE, foi desenvolvido com formato hidrodinâmico e prende-se à cordinha dos óculos. Ele funciona com um aplicativo que traz as informações do treino ao nadador, de forma similar àqueles de corrida, em que é possível comparar seu desempenho ao de amigos on-line.

Para não atrapalhar enquanto o atleta nada, o dispositivo tem formato hidrodinâmico e se prende à cordinha dos óculos. (Foto: Divulgação/Phlex)

“Nos últimos anos, nos dedicamos a desenvolver um rastreador que mudaria a forma como treinamos”, diz o brasileiro Luke Torres, triatleta e diretor executivo da empresa Phlex, criadora do EDGE. Além de medir parâmetros como distância, batimentos cardíacos e velocidade, o dispositivo é capaz de identificar os quatro estilos e, ao fim de cada treino, por meio do app, sugerir séries e educativos para melhorar o desempenho. Além disso, ele detecta a variação no treino e registra as séries realizadas naquele dia.

Por medir parâmetros úteis a todos os nadadores, esse novo gadget pode ser utilizado por pessoas com diferentes objetivos, desde atletas olímpicos aos que participam de competições universitárias ou nadam para entrar em forma. “O produto foi desenvolvido com a ajuda da comunidade aquática”, conta Ryan Rosenbaum, atleta master e chefe de marketing da Phlex. “Trabalhamos com técnicos e nadadores de vários segmentos do esporte: nadadores recreativos, master, triatletas de Iron Man e atletas olímpicos”, completa ele. Nadadoras como as medalhistas norte-americanas em Olimpíadas Elisabeth Beisel e Dara Torres fizeram parte do período de testes.

O EDGE está disponível para pré-venda no site Indiegogo por US$ 199, mais o preço do frete para o Brasil, e deve começar a ser enviado a partir de novembro de 2018.

Abaixo, você pode ver o vídeo de lançamento do produto (em inglês):

para saber mais sobre o Phlex.