Um estudo recente publicado no British Journal of Psychiatry, com 40 mil pessoas, mostrou que a natação como atividade aeróbica ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade, além de atuar no sistema nervoso.

Se você mora em uma cidade grande, faça uma breve reflexão de como é o seu dia a dia: correria, trânsito, poluição, prazos, filas, atrasos. A lista pode ter inúmeros desfechos, o que tornaria tudo ainda mais estressante e nada saudável. E você sabe como fugir de todo esse esgotamento? Encaixar aulas ou treinos de natação na sua rotina é uma opção.  

De acordo com a publicação, isso acontece porque o esporte ajuda a produzir endorfina, o que ajuda a melhorar o humor. O estudo também ressalta que nadar regularmente alivia a tensão e a depressão, graças ao efeito de profundidade e ao ritmo da água.  

No documento, os pesquisadores comprovaram que esporte faz com que o organismo do atleta entre em um estado profundo de relaxamento, melhorando e aumentando a concentração.

Dicas para nadar e aliviar o estresse

Nadar pelo menos duas vezes por semana e cerca de 40 minutos por dia é um grande exercício para diminuir o estresse da sua rotina. Se possível, tente fazer o exercício pela manhã, antes de iniciar a rotina.

Deixe as suas preocupações para trás e deixe o telefone celular dentro da mochila. Tenha certeza que o momento da natação é quando você ‘se desliga’ e deixa a pressão rotineira para trás assim que entra na água.

Após terminar de nadar, alongue. Um bom exercício é relaxar a região da lombar o máximo de tempo que puder. Depois disso, tome um bom banho e faça uma boa refeição antes de iniciar a rotina.