A sua a rotina mudou e você não consegue mais ir para os treinos? Você se lesionou e teve que ficar um tempo longe das piscinas? Pois é, isso acontece mais do que você imagina! Mas e aí, como voltar a nadar depois de tanto tempo parado?

No post de hoje, o #RaiaOito traz algumas dicas para você voltar a treinar com muita motivação, dedicação e uma rotina organizada! Deixa a preguiça de lado e separe a touca e o óculos para voltar à ativa!

#1 – Cuidado com a intensidade

Quem fica muito tempo sem treinar não volta com a mesma pegada de sempre – por mais que pareça que sim. Sendo assim, nas primeiras duas semanas é preciso diminuir um pouco a intensidade dos exercícios para que o corpo se acostume e pegue o ritmo novamente.

Ter calma neste começo também é aconselhado para evitar lesões. Você pode até manter o número de frequências de treinos que estava costumado antes de parar, mas tenha calma neste começo!

#2 – Pense na alimentação

Quem treina deve ter uma dieta equilibrada. Isso não significa que você deva seguir alguma dieta famosa ou estrita, mas uma alimentação que envolva de tudo um pouco e de forma saudável faz com que os desempenhos nos treinos sejam muito melhores. Consulte um nutricionista para ver quais são as suas reais necessidades.

 #3 – Priorize o sono

Dormir bem é essencial para quem prática exercícios. Quando você sentir que está na hora de voltar a treinar, o ideal é que comece a organizar a sua rotina de sono com antecedência. Assim, você começa os treinos se sentido muito mais disposto.

 #4 – Faça aquecimento

Aquecer o corpo antes de iniciar os treinos é muito importante. Com alguns minutos de rotação de braços e alongamentos antes de entrar na água, o seu corpo fica mais preparado para o treinamento mais intenso.

#5 – Tenha um técnico ou profissional de natação

Muita gente decide começar a treinar por conta neste começo, mas a verdade é que isso aumenta o risco de lesões no atleta.

Principalmente quando você fica muito tempo sem treinar e decide voltar, um técnico ou profissional de natação é essencial.  É ele que vai montar os treinos de acordo com as necessidades do seu corpo e o período de treinamento em que você se encontra.

#6 -Reveja o seu treino

Pode ser que você volte a treinar e perceba que o treino que fazia antes já não funciona mais. Em outros casos, o que fez com que você parasse de treinar foi uma lesão que impede, neste começo, a execução de alguns exercícios, uso de materiais ou nados específicos.

Sendo assim, é preciso reavaliar o seu treino e ver o que funciona, ou não, para você.

#7 – Alinhe treinos fora da água

Para uma maior eficiência do trabalho dentro da água é essencial que você faça um trabalho de fortalecimento, ganho de massa e condicionamento em academias e preparação física.

#8 – Descanse pós-treinos

Tomar um banho e descansar um corpo é essencial para que as fibras dos músculos se recomponham e possam continuar trabalhando normalmente. Se dê este tempo, ele é importante.  

# 9 – Pare de faltar nos treinos

Voltar aos treinos depois de muito tempo parado pode parecer muito difícil, mas assim que voltar, tente não faltar mais. É muito importante manter a frequência e isto depende exclusivamente da sua força de vontade.

#10 – Organize a sua rotina

Organizar a sua rotina e separar um tempo para o treinamento é importante. Para que você consiga manter uma frequência é importante ter horários bastante rígidos, que se encaixem bem à sua rotina de estudos ou trabalho e ainda proporcione um tempo de descanso.

A rotina organizada faz com que você se sinta mais motivado a continuar se exercitando e evita a desistência.

 *Para finalizar*

 Mesmo com todas estas dicas, muita gente acaba desistindo porque não consegue ver os efeitos dos treinos em um resultado a curto prazo.

Tenha paciência! Treinar é dedicação e, algumas vezes, os resultados demoram para aparecer.

Manter o foco nos treinos é um reflexo de como você está vivendo sua vida!