Engana-se quem pensa que a parte de encarar uma piscina gelada pela manhã e ter que lavar o cabelo todos os dias são as maiores dificuldades da natação. O esporte vai muito além desses pequenos inconvenientes, se assim podemos dizer, para aqueles que pretendem literalmente se jogar de cabeça no mundo das piscinas ou da maratona aquática. Afinal, você sabe o que significa as intensidades de nado A0, A1, A2 e A3? Não? Pois é! Tem coisas mais importantes para você se preocupar (e que afetam diretamente o seu desempenho) antes de se queixar sobre o cabelo molhado!

Assim como em qualquer outro esporte, na natação existem nomenclaturas específicas que só quem o vivencia conhece. E para você que está começando a dar as suas primeiras braçadas agora, no post de hoje o Raia Oito explica os principais termos usados para determinar os estímulos aeróbios durante o treinamento. E vamos a eles:

A0

Nado regenerativo e muito leve. A sua frequência cardíaca deve se manter menor que 70% da frequência máxima.

A1

Aeróbico de baixa intensidade. Treino moderado e fácil de segurar o ritmo por longos períodos. A frequência cardíaca deve se manter entre 70% a 80% da frequência máxima.

A2

Treino no limiar. Limite de nado e respiração entre o confortável e extenuante. Frequência cardíaca entre 80% a 90% da frequência máxima.

A3

Treino extenuante! Aqui a sua frequência deve atingir entre 90 a 100 % da frequência máxima.

E como medir a frequência cardíaca máxima e a frequência cardíaca regular?

Calcular a Frequência Cardíaca Máxima (FCM) é fácil, rápido e imprescindível para saber os limites do seu corpo antes de começar a se exercitar. Para encontrá-la, subtraia sua idade de 220. Por exemplo: uma pessoa de 35 anos deve fazer o cálculo 220 – 35 = 185.

Para medir a frequência cardíaca regular, coloque o dedo indicador e médio na parte lateral do pescoço, em que se sente os batimentos cardíacos e conte quantas pulsações se percebe durante 1 minuto. O cálculo também pode ser feito contando os batimentos até 15 segundos e multiplicando o resultado por 4.

E aí, ficou alguma dúvida sobre o assunto? Escreve para a gente nos comentários.