Uma lição valiosa dos treinos e competições são os feedbacks que seu treinador dá. Se você já nada há algum tempo, você aprende a sentir seu estilo e tem certa noção de como está nadando. Mas, às vezes, sua percepção e como realmente está seu nado são um pouco diferentes. Então, como receber críticas e melhorar na natação?

Você sente como está nadando, mas seu técnico está vendo. Assim, ele pode fazer as correções necessárias, então ouça com atenção e, mais importante de tudo, faça perguntas! Trabalhe para melhorar os pontos apontados por ele e você verá uma melhora nas suas provas.

Listamos abaixo três pontos para focar, fazer perguntas e receber feedbacks que vão te ajudar a nadar mais rápido:

Técnica de nado

Nadar com boa técnica é uma das habilidades mais importantes que você precisa para se tornar um nadador de sucesso. Quanto melhor sua técnica ficar, mais você mudará seu foco para melhorar a velocidade, a resistência e a força. Mas a técnica correta sempre será a base para nadar rápido.

Exemplos de perguntas-chave:

Você está nadando de forma eficiente? Você conseguiria aumentar sua frequência de braçada se você girasse um pouco mais o quadril? O que acontece com a sua braçada quando você puxa com o braço mais aberto? E quando você deixa o braço reto? Converse com seu técnico para saber quais mudanças fazem sentido para o seu nado e podem te ajudar.

Até mesmo os menores ajustes na técnica podem resultar em melhorias significativas em provas específicas, o que acabará te levando a uma melhora de forma geral.

Ritmo e estratégias de prova

Distâncias diferentes exigem velocidades e estratégias de prova diferentes. Numa prova de 50m, você consegue nadar tudo com uma frequência de braçadas alta. No entanto, fazer isso numa prova de 400m não é nem um pouco recomendado.

Exemplos de perguntas-chave:

Você precisa alongar suas braçadas numa prova de 200 metros ou é melhor girar mais os braços? Você se beneficiaria de passar mais tempo debaixo d’água fazendo submerso?

Considere as possibilidades com seu técnico e encontre a melhor estratégia para você. A partir daí, treine muito, até ser capaz de executar sua estratégia sempre nas competições.

Padrões nas suas provas

Quando você tiver total consciência de como nada suas provas, vai começar a notar alguns padrões na sua performance. Esses padrões na forma de nadar vão te ajudar a identificar seus pontos fortes e seus pontos fracos.

Exemplos de perguntas-chave:

Você nada mais rápido ou mais devagar quando aumenta a frequência, ou seja, a quantidade de braçadas que dá? O que acontece se você treinar para aumentar a distância que faz o trabalho submerso?

Uma vez que você identificar seus pontos fortes, pergunte para seu técnico como aprimorá-los ainda mais. Para os pontos fracos, questione seu treinador sobre como melhorá-los e torná-los vantagens para suas provas.

E aí, já sabe como receber críticas e melhorar na natação? Tente nos seus treinos e conte sua experiência pra gente nos comentários!

Texto adaptado do site SwimSwam.