Por que investir no Pilates para a natação? Você provavelmente já escutou que o fortalecimento do core, ou em outras palavras, os músculos profundos da região abdominal, lombar e pélvica, é essencial para um maior controle corporal, boa postura e para prevenir ou tratar lesões. Mas você tem alguma ideia de como fazer isso?

O Pilates, um método de treinamento de controle muscular da mente, inspirado nas práticas orientas antigas, consiste principalmente na execução de exercícios focados no fortalecimento do core.

A metodologia baseia-se em torno de seis princípios que podem ser obtidos a longo prazo com a prática regular do Pilates:

#1 – Concentração

Faz com que você realize os movimentos com atenção, com o devido controle visual, inclusive durante a transição entre um exercício e outro.

#2- Centralização

Você a usa quando aciona o core, proporcionando o fortalecimento de toda a musculatura que sustenta a coluna.

#3 – Precisão

É a otimização da aplicação das tensões musculares, muito importante para a execução correta dos exercícios.

#4 – Respiração

Esta é trabalhada em cada exercício com naturalidade, coordenada com os movimentos.

#5 – Controle

Controla o posicionamento do corpo durante a execução dos exercícios.

#6 – Fluidez

Faz com que você vivencie com plenitude cada exercício do método.

Dito isso, esses princípios podem ser aplicados diretamente à natação, já que a atividade também melhora o condicionamento físico, ajuda a desenvolver uma postura corporal dentro d’água, exigindo que menos força seja exercida para manter o corpo em cima da água, além de dar uma melhor consciência da respiração para o nadador.

Veja agora alguns exercícios que você pode incluir na sua rotina de treino e até mesmo em casa:

3 exercícios de Pilates para nadadores

#1 – The One Leg Stretch

Deitado de costas, levante a cabeça e puxe o queixo em direção ao peito. Use a mão esquerda para puxar o joelho direito em sua direção, enquanto segura o tornozelo com a mão direita e estende a perna esquerda em um ângulo de 45 °. 

Comece a mudar a posição de seus braços e pernas enquanto inspira por dois movimentos e depois expira por mais dois movimentos. 

Este exercício visa estabilizar os quadris e fortalecer os músculos flexores do pescoço e do estômago

#2 – The One Leg Kick

Deitado de bruços, levante o peito, mantendo os braços dobrados e o pescoço e as costas em linha reta. Aperte as nádegas e estenda a região lombar. 

Inspire e dobre a perna mantendo o pé flexionado a 45 °, repita duas vezes, expire e mova as pernas novamente. 

Este exercício fortalece seus joelhos, costas, estômago e quadríceps.

#3 – Swimming

Deite-se no peito com os braços esticados à sua frente. Levante um braço e a perna oposta, juntamente com a cabeça e o peito. 

Agora mude as posições de seus braços e pernas a uma velocidade constante em um movimento controlado, que se parece com um nadador na piscina.

Este exercício fortalece todos os músculos das costas.

Gostou das dicas para unir o Pilates a natação? Acompanhe o blog de natação do Raia Oito para mais conteúdos como esse e siga a gente no Instagram.

Clique nos links abaixo para saber mais sobre o assunto: