Natação não é o esporte mais barato que existe, apesar disso muita gente desiste antes mesmo de começar a fazer as contas pra saber se vale a pena, e acredite, vale muito a pena!  Para responder isso, fizemos uma rápida pesquisa para saber de fato “quanto custa nadar” e também responder a pergunta: “é caro?”.

A prática de natação pode ficar mais cara ou barata de acordo com o seu nível (se já sabe nadar ou se está começando) e seu objetivo (competir ou apenas praticar). Digo isso porque a prática desse esporte é composta por 3 custos principais:

Dando um exemplo: se você é um iniciante, vai precisar ter um acompanhamento de um profissional dedicado, mas não vai precisar gastar tanto com equipamentos básicos. Mas se você for experiente e já direcionado para a natação competitiva, precisará investir mais em equipamentos e também em outros profissionais, como nutricionista e preparador físico.

Quanto custa nadar?

Pra fazer uma conta mais inclusiva, resolvemos considerar o custo de natação para alguém de nível iniciante e que gostaria de praticar o esporte ao menos 2x por semana.

Portanto, fizemos uma média de valores encontrados para tentar dar uma ordem de grandeza mais fiel.

Equipamento básico:

Obviamente existem outros materiais, como nadadeiras (Veja aqui como escolher as nadadeiras ideais), palmares (Leia sobre palmares aqui) e snorkel(Saiba tudo aqui).

Além disso, existem também modelos de óculos e trajes específicos para competição que são mais caros, mas esse valor deve cobrir ao menos o básico para que você possa praticar natação com tranquilidade.

Clicando em cada item vocês podem ver já o custo na Kanui. Na nossa pesquisa usamos alguns desses modelos como referência.

Então, com menos de R$300 você já compra todo o equipamento necessário e pode começar a nadar. Consideramos um valor “ok”ao se comparar com o custo para jogar futebol, por exemplo:

  • Chuteira – R$150-400
  • Caneleiras – R$25-50
  • Bermuda + camiseta – R$100-200
  • Média aproximada: R$300 (Variando de R$275 a R$650)

Local e acompanhamento profissional em São Paulo (2x/semana):

  • Clube – R$50-150 (Somente as aulas, sem considerar a mensalidade do clube)
  • Escola de natação – R$150-300
  • Aula particular – R$150-400
  • Academia – R$150-600 (Custo do plano completo da academia)
  • Custo médio mensal: R$200 (Variando de R$50 a R$600 mensais)

Na média, custa R$200 por mês para praticar natação com aulas 2x por semana. Esse valor varia dependendo do local da piscina, da quantidade e duração das aulas.

Já o valor de aulas particulares varia muito em relação ao nível de profissional que você busca, sendo uma modalidade com grande variação de preço, e portanto, de resultados.

Agora, se você já é membro de um clube ou de uma escola/academia, muitas vezes existem as equipes profissionais que se formam e que acabam abonando os custos dos treinos em alguns casos (em clubes a prática é mais comum).

O que acaba, também, barateando bastante o custo com local e acompanhamento, já que geralmente o clube cede a piscina e paga o técnico para toda a equipe.

Fazendo a mesma comparação com o custo médio do aluguel de um campo de futebol society (dividido entre os amigos) 2x por semana aqui em São Paulo:

  • Campo de society – R$200-300/hora (Sem acompanhamento profissional)
  • Custo médio mensal: R$160 por pessoa (R$1.600/10 pessoas – 8 jogos no mês)

Conclusão

Quando comparamos, vemos que o custo médio da natação é um pouco maior (cerca de uns R$40), porém esse valor inclui já o acompanhamento de um treinador ou professor, o que na minha opinião já justifica a diferença.

Ou seja, nadar tem um custo inicial e um mensal bem parecido com o investimento que você faria para ir jogar bola com os amigos toda semana. Isso mostra que a natação é tão acessível quanto o esporte mais praticado no país, mas ainda é bem menos popular.

Encontrar locais para prática costuma ser mais difícil, existem menos opções, e por isso ainda existe o preconceito de que a natação é um esporte caro.

Importante:

Como em todo esporte, o acompanhamento profissional sempre é o mais recomendado, independente do seu nível ou de seu objetivo. Ter um profissional da área de esporte e educação física aumenta as chances de alcançar seus objetivos.

Além disso, também reduz os riscos de saúde que podem ser causados por uma prática sem o acompanhamento adequado (ninguém quer perder meses com uma tipóia porque não fez o aquecimento corretamente, acredite em mim, é bem chato!).

Gostou desse post? Siga o Raia Oito no Instagram e acompanhe todas as novidades!