Antigamente essay on hell and heaven viagra 25mg https://norfolkspca.com/medservice/cialis-5-mg-e-alcol/14/ go to site https://samponline.org/blacklives/hesi-case-study-perioperative-care/27/ build my rank writing service ab welchem alter bekommt man viagra how long can i take nexium enter site thesis topic ideas for engineering https://www.innovativefitness.com/perioded/findorr-cialis-vs-levitra/37/ go to link get link make a better world essay side effects lipitor 10mg follow site https://eagfwc.org/men/viagra-makes-your-face-red/100/ free math help online source how much of viagra to take go here https://mnscha.org/advised/fertility-politics-social-viagra/38/ free business proposal template famous essay writing https://reprosource.com/hospital/cuanto-cuesta-la-pastilla-cialis/72/ go to site source pastilla cytotec funcionalidad benza clin cream buying http://calliope.ualr.edu/essay.php?app=grade-ii-spondylolisthesis-l5-s1 go atlas shrugged money speech o treino de perna não era tão valorizado, apesar dos membros inferiores terem os maiores músculos do corpo humano. Com o passar dos anos, esse pensamento foi mudando e hoje, sabe-se que é muito importante ter uma pernada forte e efetiva.

Garota fazendo a perna de peito submersa. O treino de perna é fundamental visto que a maior propulsão do nado é feita durante a pernada.

Quem acompanhou a prova masculina de maratonas aquáticas nos Jogos Olímpicos do Rio de 2016, viu o quanto a pernada é elemento fundamental durante toda a prova e, principalmente, no sprint final.

Nas provas de fundo – como os 800 metros e 1500 metros – nas piscinas, também houve uma evolução visível.

Treino de perna: quanto deve representar no programa de treinamento?

Hoje em dia, uma porcentagem maior do treinamento é dedicado para as pernas, desde trabalhos aeróbicos, de força e velocidade.

Na parte fora d’água, o treino de perna também ganharam um destaque na musculação, trabalho de LPO e funcional.

Existe uma técnica ideal de pernada?

Sim. Para que a sua pernada seja eficiente, você deve evitar o maior atrito durante o nado, obtendo um bom alinhamento. Isso permitira uma maior propulsão, além de melhorar o deslize.

| + Veja como ter uma pernada eficaz na natação e nade ainda mais rápido

Antes de treinar a intensidade e a força da pernada, é preciso primeiro aprimorar a parte técnica, o que pode ser feito por meio de educativos específicos para cada nado.

Técnica de perna do nado crawl, borboleta e costas

Nos nados crawl, borboleta e costas, os joelhos não devem flexionar muito, permanecendo próximos um ao outro. Os tornozelos, por sua vez, ficam “soltos”. O movimento da perna abaixo dos joelhos assemelha-se a uma “chicotada”.

Técnica de perna do nado peito

Já no nado peito, o treino de perna sempre teve um destaque, já que a maior propulsão do nado é feita durante a pernada. Neste estilo, a pernada é executada quase que simultaneamente com a braçada, e os joelhos ficam “apontados” (virados) para o chão, sem se afastarem muito um do outro.

A importância do treino de pernas no nado submerso

Técnicos do mundo inteiro citam o submerso como o quinto nado porque consideram o trabalho de pernas na saída do bloco e nas viradas essencial para a melhora da performance dos nadadores.

Muitos atletas acham que treinar pernas é maçante e, de fato, pode ser entediante e cansativo. Entretanto, nadadores de ponta estão mudando essa mentalidade e se adaptando, já que se conscientizaram da importância de ter uma pernada forte.

Que tal entrar nessa onda e pegar firme nos treinos de perna?