Dizem por aí que de conversas de bar podem surgir grandes ideias. O nosso caso foi diferente. O cloro e treinamentos na piscina motivaram a quatro amigos (e ex-nadadores) a criarem esta página.

O objetivo do Raia 8 é buscar facilitar o acesso à informação sobre natação, promovendo a nossa paixão pelo esporte, aumentando o envolvimento das pessoas com a modalidade de forma simples e bem-humorada. Queremos mostrar que a natação é um esporte prazeroso, que pode ser coletivo, e que qualquer um pode praticar. Esperamos ajudar nadadores de todos os níveis a melhorar suas performances dentro da água!

Bora nadar com esse time?

Quer falar com a gente? Clique aqui e mande uma mensagem! Aproveite pra seguir a gente também no facebook.com/raiaoito e no instagram (@raiaoito).

 

Conheça a equipe do Raia Oito!

Desde que eu era bebê já me jogava na água, foram alguns anos até eu entrar pra natação competitiva nadando pela AABB e depois representando a ESPM. Acabei saindo da piscina pra cair no escritório e fazem alguns anos que parei de nadar competitivamente, mas a natação mudou minha vida e espero que mude a sua também! Uma vez nadador, sempre nadador.

Ex-nadador federado pelo Esporte Clube Pinheiros, competia nas provas de costas e medley. Quando percebeu que ia morrer pobre, achou melhor focar em uma carreira de Administrador de Empresas e Marketing, se graduando e pós graduando pela ESPM. Ainda assim, nunca perdeu a paixão pela água e a crença nos benefícios que a natação traz para seus praticantes. Menos se você treinar para os 400m medley.

Em contato com o cloro desde os dois anos de idade. Ex-atleta da equipe de natação competitiva do Clube Paineiras do Morumby. Representou a ESPM em jogos universitários e se formou em jornalismo na instituição em junho de 2015. Hoje, com 23 anos, prefere um treinamento mais light e nada na equipe master do Paineiras. Antes nadadora de provas de 200 e 400 medley e 100 e 200 borboleta, agora se dedica a provas de velocidade – 50 borboleta, 50 peito, 50 livre e 100 medley.

Jogada na piscina pra fazer natação pela primeira vez aos 11 meses de idade, nunca mais saiu. Competia pelo Clube Paineiras do Morumby e nadava todas aquelas provas que ninguém quer: 1500 e 800 livre, 400 medley e 200 borboleta. Hoje em dia, nada o que der na telha nas competições master e universitárias, mas continua não curtindo provas de velocidade. Estuda jornalismo na ECA-USP e trabalha com esporte.